26 de nov de 2010

SEM CHANCE DE AJUDA


há um lugar no coração que nunca será preenchido
um espaço e mesmo nos melhores momentos
e nos melhores tempos
nós saberemos
nós saberemos mais que nunca
há um lugar no coração que nunca será preenchido
e nós iremos esperar e esperar
nesse lugar.

Buk - Essa loucura roubada que não desejo a ninguem a não ser a mim mesmo amém

2 comentários:

Flávio Antunes Soares disse...

Sempre que posso, venho ao bukowskibar para me deleitar com os textos do velho Hank. Acho bacana a iniciativa de criar um espaço reservado ao Buk, essa figura marcante da literatura norte-americana.
Meus cumprimentos e elogios!

jbrfranca@gmail.com disse...

Obrigado Flávio.

Venha sempre tomar uma com o velho Buk.

Abraço.